Rodrigo Vieira in Jorim Musical, Música e Empreendedorismo, Empreendedores e Empresários PMO Analyst • Grupo e-Governe Jul 11, 2016 · 3 min read · 1.8K

Empreendedorismo com Propósito


Empreendedorismo com Propósito

Empreender... Em tempos de crise, com aumento de desemprego e da dificuldade na recolocação profissional, aumenta o número de pessoas dispostas a empreender seu próprio negócio. Sabemos que empreender significa decidir realizar, executar, pôr em execução, tentar. Mas sabemos o que é empreender com propósito?

Um sonho de vida, uma motivação maior, pode fazer com que o empreendimento alcance resultados melhores, sim! A ânsia de ganhar dinheiro, em detrimento ao idealismo, pode nos condenar à vala comum! Então, acho que posso escrever um pouco, antes de falar qualquer coisa sobre plano de negócios e aspectos sociais, sobre o maior empreendimento que cada um de nós pode executar: a nossa própria vida.

Eu defino a vida como linhas, parágrafos, páginas que vamos escrevendo. Uma história, um legado que ficará para a posteridade. Um dia, a respiração, os batimentos cardíacos, tudo isso irá parar e se desintegrar, mas a história que escrevemos enquanto nossos sinais vitais estão ativos, isto vai ficar. E a questão é: qual a qualidade do legado que deixaremos?

A história que escrevemos sobre nós mesmos tem linhas, parágrafos, páginas e mais páginas até, de prazer e realização. Por várias temporadas, tudo no trabalho transcorre bem, amamos e somos correspondidos, as pessoas nos admiram pelo que somos e não pelo que temos. Mas "imprevisível" é o adjetivo que acredito melhor definir a vida. Nem sempre tudo vai bem. Há tempos em que vem as cobranças. O tédio. A solidão. Perceba que precisa de alguém e possivelmente se frustrará. Decida trabalhar em equipe, e motivá-la, que discussões surgirão. Os momentos de tensões é que nos dizem se realmente somos empreendedores, e se temos um propósito mais elevado que sirva como âncora de segurança nas linhas e páginas de tensão.

O homo sapiens do século XXI poderia evitar muitas doenças, divórcios e falências se evoluísse sua perspicácia em detectar problemas. Mas ainda somos lentos para percebê-los e agir. Se você tem espírito empreendedor, irá se destacar: empreendedores são ágeis para perceber quando erram, para pedir: "ensine-me". Não se envergonham de recomeçar. São os donos dos lápis e canetas usadas para escrever suas próprias histórias. Sonham alto, mas permanecem humildes. Em meu post anterior, detalhei mais sobre a virtude da humildade.

Olha, eu serei apenas um bom gerente se souber manipular gráficos e cronogramas. Mas serei um gestor empreendedor se conseguir elogiar sinceramente meus colaboradores, se sorrir no caos, se mostrar que é possível vislumbrar oportunidades durante as dificuldades.

Eu serei apenas um bom pai se o máximo que conseguir for dar ordens às minhas filhas e elas obedecerem a contento. Mas serei um pai empreendedor se conseguir encantá-las, se imprimir em suas memórias experiências únicas, se fazer do nosso relacionamento pai-filhas uma poesia. Você consegue fazer de sua vida uma poesia? O empreendedorismo com propósitos não começa em um plano de negócios, começa na nossa própria vida.

"Infelizmente, há muitas pessoas fechadas num casulo. São cultas, mas engessadas. São eloquentes, mas não sabem falar a linguagem da emoção. Querem ser líderes em suas empresas mas não são líderes de  si mesmas" 
Augusto Cury

O maior empreendedor da história

Ele não frequentou uma faculdade. Não viajou além de 300 km do local aonde nasceu. Sequer nasceu em uma maternidade, com os devidos cuidados médicos. Mas ousou sonhar ser rei. Sem equipe de marketing, sem um exército, ainda assim foi o maior empreendedor a viver neste planeta.

Ousou sonhar alto. Convidou alguns jovens para acompanhá-lo. Escolhas estranhas... Inseguros, impulsivos, preconceituosos, egoístas, individualistas. Dificilmente algum deles passaria no teste psicológico para trabalhar em uma empresa em nossos dias. A não ser seu tesoureiro, aparentemente o mais culto e equilibrado. Problemáticos, causaram inúmeros constrangimentos ao seu mestre. Mas o maior empreendedor da história não estava buscando resultados imediatos. Você é imediatista???

As autoridades de sua época não entenderam que no seu sonho de ser rei, não buscava um trono físico, e sim o trono no coração humano. Então, ele foi morto de forma trágica. Seu sonho parecia ter se dissipado. Mas por ter plantado sementes da tolerância, do amor, do perdão, do controlar suas emoções, do empreender com propósito na própria história, ele colheu uma grande floresta. Seus seguidores se tornaram pensadores ímpares, escrevendo finos textos que influenciam gerações por séculos. Hoje, mais de 2 bilhões de pessoas no mundo inteiro o seguem. E boa parte do restante da humanidade o admira. Seus ensinos são encontrados no budismo, Maomé o exaltou em prosa e verso. Somente o maior empreendedor de todos os tempos poderia dividir a contagem dos anos entre antes e depois de seu nascimento.

Ao ter tudo, sem ter nada, Jesus Cristo me provou que precisou de poucos anos para ensinar com eficácia seus colaboradores. Estamos ensinando nossos colaboradores?? A liderar suas emoções, a serem criativos, a dialogar, a serem autores de sua própria história?  Os primeiros apóstolos não tinham fama nem dinheiro, mas eram ricos. Ricos na alegria, no sentido de vida. Ainda que perseguidos, tinham muitos amigos. Ainda que fisicamente encarcerados, cantavam. Eram homens livres.

Então, o que fica para nosso empreendedorismo com propósito, é que história estamos escrevendo sobre nós mesmos? Qual legado deixaremos quando partirmos? Empreender com propósito é ter a resposta para estas perguntas. Simples assim. Aí sim, poderemos começar a falar sobre planejamento, nichos promissores de negócio, e tudo o mais.

Em meu próximo post, pretendo escrever um pouco sobre como está sendo a experiência em empreender na área musical. Até lá !



ptharso castro Sep 2, 2016 · #9

Para empreender é preciso responder algumas poucas perguntas : https://www.bebee.com/producer/@ptharso/as-cinco-premissas-das-startups-talentos-e-recursos . As empresas de fundo de quintal, HomeOffices na modernidade é a melhor forma de começar algo pequeno. É o protótipo da empresa.

+2 +2

#6 obrigada, 😊

+1 +1
Augusto Santos Jul 12, 2016 · #7

@Rodrigo Vieira, eu gostei muito do seu artigo, meus sinceros parabéns pelo texto bem escrito, fluente e rico em ensinamentos. Eu, como apreciador do empreendedorismo pelos benefícios humanitários que ele proporciona à sociedade, achei muito interessante a forma como você descreve o "espírito empreendedor". Muitos se encantam pelo empreendedorismo apenas pelo dinheiro que ele pode oferecer como recompensa de uma ideia inovadora. Isto para mim é confundir um empreendedor com um empresário: são duas coisas totalmente diferentes, mesmo que ambas possam ser características de um mesmo ser. Obrigado pelo seu texto, e seja bem vindo ao beBee!

+3 +3
Rodrigo Vieira Jul 12, 2016 · #6

#3 É Aline, um caminho que inclusive indico !!!

+2 +2
Rodrigo Vieira Jul 12, 2016 · #5

#2 É isso mesmo Claudia, que possamos fazer nossa parte em humanizar o meio empresarial. Abraços !

0
Rodrigo Vieira Jul 12, 2016 · #4

#1 Obrigado, Tifany!

+1 +1

Um caminho para seguir...

+2 +2
Claudia Lucia Jul 11, 2016 · #2

Muito boa a colocação. Já esta se desmoronando a rigidez de empreendedores e CEOs de muitas empresas. Hoje aceitam e vivem uma visão mais humanitária, e sabemos que a estrada ainda é longa... Porém se reconhecer gente no meio empresarial e perceber que isso não é sinônimo de fraqueza, já é um mover que já pode ser contemplado.

0