rosano bandeira en Gerente de vendas, Gerentes, Comerciales Coordenador Comercial Regional • Rodobras Transportes 19/5/2016 · 1 min de lectura · +300

"ANTES PINGUE DO QUE SEQUE..."

Vivemos um período delicado, o fato de estar insatisfeito com o atual trabalho não é motivo para pensar em trocá-lo por outro que atenda suas expectativas, mesmo por que NÃO HÁ TANTAS OPORTUNIDADES DISPONÍVEIS. Em um passado não muito distante havia ofertas disponíveis, negociavam-se salários, cargos, trocas.

Porém o cenário mudou, a redução de custo é be –a- bá  de qualquer empresário, aliás o empresário de hoje administra uma empresa na ponta do lápis literalmente, se não fizer contas quebra...

O momento é de assegurar o pouco que se tem para quando este temporal passar sair dele fortalecido.  Inclusive nas negociações, de nada adianta apertar seu cliente se o mesmo não vende, portanto não produz e não paga, tem de se buscar a sinergia nestas negociações.

Exemplo disto que para uma transportadora entregar uma mercadoria num prazo de 24 horas exigia-se certo investimento, hoje negocia-se com o cliente e passa a entregar a mesma em 2 dias, onde o custo reduz na operação e consequentemente na cobrança, e ambos continuam ganhando, sem deixar de atender ao seu cliente final.

É hora de repensar estratégias, “dar um passo atrás para dar dois para frente” e continuar em pé neste cenário que tende a melhorar, pois depois da tempestade sempre vem a bonança.