Sergio Amaro en beBee em Português, Viagens Oficial, Hotelaria, Gastronomia e Turismo Designer CAD • Freelancer 16/10/2016 · 1 min de lectura · 1,1K

Ficamos mais inteligentes quando viajamos??!!

Ficamos mais inteligentes quando viajamos??!!


Ficamos mais inteligentes quando viajamos?!

Pelo menos é o que diz um estudo recente realizado no Uganda, com chimpanzés. 

A investigação concluiu que aqueles que tinham viajado até mais longe e com alguma regularidade eram mais inteligentes e desenrascados.


Então vamos perceber de que forma viajar estimula a nossa inteligência:


1º - Expande nossos horizontes!

Viajar para novos lugares desenvolve nosso sentido de realidade.

Quando estamos num local diferente do habitual, com hábiitos diferentes dos nossos, nossa compreensão é alargada.

Issso nos trás mais-valias, até em termos de mais sucesso a nível profissional.


2º - Impulsiona a nossa capacidade cerebral!

Um estudo americano mostra que 75% das pessoas reformadas que viajam com regularidade têm índices de estimulação mental mais elevados e 82% têm mais capacidade para fazer coisas, contra 57% de reformados que não viajam.

Os autores deste estudo aconselham as empresas a estimular os seus colaboradores a viajar no período de férias como forma de melhorar a sua saúde e bem estar no local de trabalho.


3º - Melhora a nossa memória!

Viajar ajuda a aumentar a nossa capacidade de concentração e a memória a curto prazo.

Um estudo da Universidade de Georgetown mostra que quem é bilíngue tem mais capacidade para se concentrar.


4º - Estimula a nossa criatividade!

Visitar locais com monumentos grandiosos como a Torre Eiffel, o Taj Mahal ou a Ópera de Sidney, entre muitos outros, estimula a nossa própria imaginação e criatividade.

Adaptarmo-nos a novos sabores, cheiros e vistas ajuda a criar novos caminhos dentro do nosso cérebro o que faz com que tenhamos novas formas de pensar. 

E quanto mais tempo passarmos a viajar por outros países, mais criativos vamos ser.


5º - Ganhamos força em situações de vulnerabilidade

Quem nunca se perdeu num país diferente?!!

No início pode ser assustador mas é a nossa capacidade de pensar e de aprender a lidar com as situações que nos torna mais capazes.


                                                                                                      E fim !!!



Sergio Amaro 18/10/2016 · #2

Obrigado :-)

+1 +1
Denise Da Vinha Ricieri 17/10/2016 · #1

Sergio, muito instigante o título e a abordagem. Na verdade, acredito que não ficamos mais inteligentes, mas o conjunto dos fatores que você menciona mobiliza nosso potencial latente de uso da inteligência. Viajar é uma grande experiência de aprendizagem em muitos sentidos, ao mesmo tempo. Isso exige da capacidade cerebral muitas novas conexões e atividades simultâneas para atender às demandas de atenção, seleção de comportamentos, comunicação, atitudes, tomadas de decisão e, eventualmente, isso tudo em outro idioma. Viajar é matéria obrigatória na escola da vida, para quem não quer estar sempre no Jardim da Infância! Super abraço!

+4 +4