Sergio Weinfuter en Profissionais Administrativos, beBee em Português, Professores e Educadores Escritor • Escritor freelance 14/9/2017 · 2 min de lectura · +900

O OUTRO LADO DE UMA MESMA MOEDA


O OUTRO LADO DE UMA MESMA MOEDA

Imagem: http://blogandocomoclaudio.blogspot.com.br/2011/09/dois-lados-diferentes-de-uma-mesma.html



Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós juntos. 

Warren Bennis


Essa é uma máxima verdadeira que apoia todo o trabalho desenvolvido em grupos, onde o resultado final depende não da competência do indivíduo, mas de todo o grupo. Se souberem trabalhar em equipe poderão usufruir do resultado de seu trabalho, porém se o egoísmo e individualismo tomar conta do grupo, todos estarão fadados ao fracasso.


Por mais inteligente que alguém seja, nunca será melhor que um grupo de pessoas que estiverem trabalhando unidos, prontos a contribuir uns com os outros para que todos alcancem o sucesso. Sendo pessoas individuais, todos temos uma falha em nosso projeto. Nunca conseguiremos ser bons em tudo o que estaremos disposto a fazer. Sempre haverá algo em que alguém será melhor do que eu, algo em que tenho dificuldades em fazer, para outra pessoa pode ser a coisa mais fácil do mundo.


Não é falta de conhecimento, muito menos falta de informação, estudo ou dedicação. Todos os seres humanos são dessa forma, foram feitos com essas imperfeições e para que consigamos fazer algo que realmente não tenha falhas, precisamos trabalharmos em equipe. Juntos somos imbatíveis, juntos vencemos, juntos conquistamos o mundo e de quebra os nossos objetivos.


Esse é o outro lado da mesma moeda e que a maioria das pessoas parecem não enxergar ou ignoram completamente. Acreditam que podem tudo e são invencíveis, mas sozinhas estão fadadas ao fracasso. Ninguém é uma ilha e os seres humanos sobrevivem no planeta terra utilizando a gama de conhecimento acumulada através dos séculos, caso contrário, ninguém conseguiria progredir e ainda estaríamos morando em cavernas, caçando nossos alimentos, se tivéssemos sobrevividos aos animais da floresta.


Sem fortes garras, nem forte mandíbula e nossa destreza na terra, água e solo muito aquém dos outros animais, sem a inteligência seríamos uma presa fácil, faríamos a alegria dos animais famintos das florestas. Porém com nossa inteligência conquistamos a terra e mudamos para sempre o mundo, mas ainda precisamos das outras pessoas. Não podemos ignorar os nossos semelhantes, muito menos menosprezá-los, vivemos em um mundo onde precisamos de todos.


Se observar atentamente verá a dificuldade que temos em trabalharmos sozinhos. Quem tem um cérebro privilegiado em cálculos numéricos, encontra uma imensa dificuldade em expressar suas palavras por escrito. Da mesma forma quem domina a arte da escrita encontra diversas dificuldades quando precisa formular cálculos matemáticos complexos. Se tiver que fazer o cálculo de cabeça, então é um Deus nos acuda.


Outros não conseguem escrever uma linha de um simples texto, muito menos efetuar um cálculo complicado, porém foram objetos com suas próprias mãos, domina a arte da criação. Dessa maneira destaca-se dos demais criando estátuas e decorações de rara beleza. Outros se destaca no desenho e pintura de algo que os demais jamais sonhariam em fazer. Muitas dessas pessoas nasceram com algum problema mental, mas nem por isso elas ficaram para trás e contribuíram com o que elas tinham de melhor para o progresso do mundo.


Ninguém é isento de inteligência, todos a tem em seu nível, alguns até ultrapassam os demais e são considerados gênios do saber, mas mesmo eles nunca alcançarão a sabedoria de um grupo de pessoas. O grupo se fortalece utilizando o melhor de todos os indivíduos e trabalhando nas dificuldades de cada um. Dessa forma todos se completam e as deficiências individuais não aparecem, pois sempre que um delas surgem, alguém está presente para completar a habilidade que faltou no outro.


Dessa forma seguem os seres humanos, modificando a terra e conquistando o mundo, já de olho em outros planetas. Ninguém nasceu sem inteligência, ninguém é melhor do que os outros, todos precisam uns dos outros. Não há indivíduo como espécie que está acima dos demais e muito menos que alguém esteja abaixo. Todos tem a sua importância no mundo e podem contribuir para a evolução da espécie humana.


Apesar de alguns viverem como se fossem imortais, somos todos seres humanos, todos seres perecíveis, todos seres mortais. Se não acredita faça uma pequena visita ao cemitério de sua cidade e verá que todos independentemente de crença, cor, tamanho, idade ou posição social, todos os seres humanos morrem. Sua vida se vai e de outro ser humano vem, dessa forma o ciclo da vida e morte se completam, sem querer todos trabalham em equipe, uma grande equipe mundial, mesmo que não queiram.


É um tolo quem vive pensando que é melhor que os outros, pensando que é um ser imortal. Assim como a inteligência não é igual em todos os seres humanos, nossas vidas também não são iguais e por mais individualista que alguém seja, um dia ele terá que morrer para abrir espaço no mundo para outro ser que acabou de nascer. Dessa forma a raça humana evoluiu e todos experimentam o outro lado da moeda. Quem agora está vivo, um dia terá que morrer completando o ciclo evolutivo e natural de vida e morte, experimentando outro lado da mesma moeda.


Meu blog:

http://guerreiro-das-sombras.webnode.com/