Sergio Weinfuter en beBee em Português, beBee en Español, Professores e Educadores Escritor • Editora Biblioteca 24 horas Hace 7 d · 2 min de lectura · +600

Tragédia no ninho do urubu


 Tragédia no ninho do urubu

Imagem: https://esporte.uol.com.br/reportagens-especiais/tragedia-no-ct-do-flamengo---as-vitimas-do-ninho-do-urubu/index.htm


Tristeza, choro, luto, inconformismo, revolta…

Não há palavras para descrever o que se passou na madrugada do dia 08/02/2019 no Centro de Treinamentos do Clube de regatas Flamengo no Rio de Janeiro - Brasil, local de alojamento dos atletas de base do clube. Fumaça, fogo, sufoco, desespero e morte, foi o resultado do incêndio que devastou o container que servia de alojamento para os atletas da base que tinham entre 14 e 17 anos.

O resultado disso foram 10 mortos e três feridos!

Ninguém sabia dizer ao certo o que tinha acontecido para que essa tragédia tivesse ocorrido. Também ninguém sabia fora do clube, que o local servia como dormitório para os atletas da base (pelo menos foi o que disseram depois da tragédia). O local improvisado se torna mortal quando um incêndio sem  aviso aconteceu. 10 crianças perderam suas vidas, três outras ficaram feridas e tantas mais abaladas pelo que viram acontecer com seus colegas.

Como sempre a busca por culpados são procuradas em primeira mão e um começa jogar a culpa sobre o outro, ninguém gosta de assumir as responsabilidades pela falta de cuidados que levaram à morte 10 jovens. Dessa forma brutal a vida deles foram interrompidas precocemente, seus sonhos enterrados para sempre, suas jovens vidas interrompidas brutalmente pelo incêndio monstruoso que se seguiu.  

Poderiam ter sidos salvos? Havia formas de escapar do incêndio? Porque tantos jovens morreram? O que realmente aconteceu? São tantas perguntas que se sucedem e ninguém responde satisfatoriamente. Porque hoje o Brasil está enterrando 10 jovens promessas do futebol brasileiro? 10 jovens vidas que tiveram seus sonhos interrompidos para sempre devido a um incêndio que não se sabe como aconteceu.   

O Brasil chora a morte de seus filhos que estavam iniciando suas vidas, todos batalhando com muita garra e persistência, sonhando em algum dia atingir seus objetivos. Porém isso foi tirado deles pela falta de cuidado, falta de planejamento, falta de respeito a vida dos seres humanos.

Respeito este que faltou a prefeitura do rio que havia multado o clube em mais de 30 vezes, mas não teve coragem de interditar o CT. O mesmo acontecendo com o corpo de bombeiros que havia vistoriado o local, mas não tinha liberado, devido a falta de segurança. Mesmo com tudo isso nem um dos órgão interditaram o local, deixaram os atletas se hospedarem em um lugar onde não havia o mínimo exigido de segurança.  

Com esta negligência hoje 10 famílias choram a morte precoce de seus filhos. Dez mães, dez pais e muitos irmãos que ficaram sem seus entes queridos. Não há como devolvê-los a vida, nem mesmo voltar no tempo e prevenir a tragédia que acabou acontecendo. Vidas interrompidas, sonhos desfeitos, futuro que virou cinzas de um minuto para o outro.

Agora o que fazer? O que dizer? Não existem palavras para isso, elas somem, ficam sem sentidos, e com o coração apertados todos se perguntam porque aconteceu esta tragédia. Perguntas que ficam sem respostas, ninguém sabe o que dizer e às famílias enlutadas continuam aguardando por respostas que não vem. Existem respostas?

Resta o luto, tristeza, choro e lamentos, mas também as boas lembranças que para sempre ficaram com quem conheceu os 10 jovens atletas mortos nessa terrivel tragedia. Seus nomes para sempre ficaram gravados no coração de todos os brasileiros, que hoje lamentam suas mortes e pedem em oração pelo consolo de suas entristecidas famílias.

Infelizmente enquanto o Brasil não levar a sério a fiscalização, fatos como esse voltarão acontecer. É preciso deixar as desculpas de lado e os fiscais fazerem sua parte. Os politicos falarem menos e fazerem mais assim como também os especialistas no assunto, que somente aparecem para falar sobre as tragédias depois que acontecem, mas ninguém fez algo para evitar que acontecesse. É preciso saber prevenir e não somente querer prevenir. Trabalhar com prevenção e não somente com reação!     


Arthur Vinicius, Athila Paixão, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Gedson Santos, Jorge Eduardo, Pablo Henrique, Rykelmo de Souza Viana, Samuel Thomas e Vitor Isaías.


Meu blog:

http://guerreiro-das-sombras.webnode.com/


Da mucha pena @Sergio Weinfuter El futbol de luto.

+1 +1
Sergio Weinfuter Hace 6 d · #2

#1 Obrigado amigo @Ignacio Orna (Nacho). Abraço.

+1 +1
Ignacio Orna (Nacho) Hace 6 d · #1

Minha dor é sua dor.

+1 +1