Sidney Matos en Profissionais Administrativos, Administradores de Empresas, Jornalistas Diretor • Grupo Prestbater 11/10/2018 · 1 min de lectura · +100

O Capital Espiritual

A teoria que aprendemos nas salas de aula fala de Capital Monetário, criado para que o dinheiro pudesse gerar mais dinheiro, que funcionou por um período mas ao altíssimo custo de acidentes de trabalho, doenças por esforço repetitivo e emocionais. Depois veio o Capital Intelectual, uma tentativa de disfarçar tudo que existe no modelo do capitalismo, exaltando apenas aqueles que têm força, atitude, liderança, etc. Habilidade para ser lidar melhor com pressão, estresse e assim por diante.

Mas estamos vendo novamente que o capitalismo ainda sofre na tentativa de ser sustentável. O aumento da concentração de riqueza ao passo que aumentam os anúncios de pessoas flageladas pelo frio, seca, falta de infraestrutura, fome, sede e guerras  e ainda a migração da produção para países sem condições mínimas de trabalho só demonstra que existe algo de errado neste modelo, talvez justamente porque este modelo não fala e não considera o espiritual, ainda.

O desenvolvimento da raça humana vem de questões espirituais: de onde viemos, para onde vamos, o que fazemos aqui. São essas as principais questões que impulsionaram a civilização a encontrar fórmulas e saídas para seus problemas. A mecânica, a tecnologia, a medicina são o meio. O crescimento espiritual deve ser o fim.

Quando finalmente concluirmos que o espiritual é a essência de nosso progresso vamos pensar mais que:

- recursos materiais são finitos - então vamos utilizá-los da maneira correta e racional

- nós dependemos do meio ambiente e precisamos mudar a maneira como ace,

- a desigualdade de riquezas não está apenas no bens de consumo, ela está na falta de infraestrutura, na criminalidade, tráfico de drogas, corrupção e instabilidade social

- longo prazo mais do que curto prazo - governos, empresas e pessoas pensam em ter o quanto mais o mais rápido possível, aumentando o buraco entre desperdício e escassez

Para o capitalismo ser sustentável ele precisa ser pensado e planejado em décadas e gerações e não em meses. Precisa ser pensado para o proximo e não apenas para si mesmo.

É uma jornada mas estamos a caminho!

O Capital Espiritual