Su Per en Frases motivacionais, Escritores, Escritores Estágiaria • Escritório 16/11/2016 · 3 min de lectura · +200

O egocentrismo amoroso, nas relações de amizade colorida.

O egocentrismo amoroso, nas relações de amizade colorida.

Nos preocupamos tanto com nossos sentimentos ao entrar em um relacionamento, que procuramos interpretar olhares, ler pensamentos, decifrar cada palavra isso tudo para não sofrer adiante, então se percebemos que a  outra pessoa não se enquadra no que queremos...saímos fora!, deixamos as mensagens no eterno vácuo, trocamos o

Oieee por: Oi (depois de 3 horas)

Bom diaaa por: Bom dia. (depois de 24 horas)

Tudo bemmm? Por: Td. (depois de 1 semana)

E assim vai..., até que a pessoa caía na real perceba nossa falta de interesse e por um milagre descubra que esta em um monólogo e nos deixe em paz.

Seria maldade ou feminismo dizer que só os homens fazem isso, eu também em algum momento posso ter ferido algum sentimento, sem querer, assim espero.

Este post é dedicado as pessoas que sentem...sentem muito! Aquelas 8 ou 80, que não sabem fingir emoções, que não brincam com sentimentos alheios, dedico aos “bonzinhos que só se fodem” e os “trouxas”.

Meu sexto sentido gritou!, para! Não siga adiante. Mas se tem uma coisa da qual eu entendo é contrariar tudo ate mesmo minha intuição, sou dessas que pede opinião e joga fora.

Final de fevereiro começamos a conversar pelo whatsapp, confesso que estava numa fase insegura, sentia falta da cia masculina, mas o medo de repetir o erro anterior pairava, então decidi inovar, pq não uma amizade colorida?!?, Nos conhecemos por um app e já que sentimos uma atração mútua e instantânea, não tínhamos a menor experiência nisso, então partimos para um rápido laboratório, talvez soe um tanto infantil, mas foi de comum acordo e olha que de acordos e contratos eu entendo, assistimos a um filme famoso sobre amizade colorida e um vídeo no YouTube e...pronto!. Estávamos preparados.

Regra n° 1 não se apaixonar.  Juro que tentei. Sem sucesso, na primeira vez que saímos, ele parou o carro no sinal fechado e eu o beijei. Intenso, assim foi aquele beijo, procurei saber coisas básicas do tipo primeiro nome, estado civil, filhos, só pedi uma coisa: Sinceridade.

Se eu fechar meus olhos lembro-me de tudo com exatidão... a musiquinha chata que ele colocou para descontrair o ambiente, o nervosismo, assim q entrei no quarto eu sentei na cama ele sentou do outro lado do quarto, nos olhamos... meu coração disparou qdo ele se levantou e veio na minha direção chegou bem perto, senti seu perfume invadir e brincar com todos os meus sentidos, nos beijamos, tão gostoso, senti o seu corpo me forçando levemente a deitar, tudo se tornou incontrolável...mãos, movimentos, pensamentos, ele me penetrou tão docemente.

Na amizade colorida, é tudo inconstante, a regra principal é não cobrar... Mas vem cá. Quem aguenta?!?.

Manter um relacionamento não é fácil e às vezes acabamos tão esgotados que traçamos uma meta para o relacionamento seguinte, porém eu sou o tipo de mulher que constrói absolutamente tudo no improviso, no momento, aquele negócio de ir ao Supermercado com uma listinha... Comigo nunca funcionou!. Mas eu juro que tentei..., coloquei num papel minhas qualidades e defeitos, o que me irritava e o que agradava na relação, depois rasquei porque eu não tenho o direito de falar dos meus defeitos!.

Passado o período probatório, saímos e a química falou mais alto, tem pessoas que nos entendem com o olhar e tem pessoas que com o olhar sabemos que estamos fodidos, e depois da primeira, veio a segunda, 3,4, pausa de 30 dias, 5,6,7,8,9,10, e a pausa mais prolongada de 60 dias, nesse tempo eu respirei fundo e entendi que era "combinado", senti muito a falta dele, das brincadeiras idiotas nas horas mais inusitadas. Cheguei à conclusão de que foram as risadas mais sinceras e gostosas, toque, frases, o tempo nos ensina a entender o silêncio a ler as entrelinhas nos prepara para lidar com ausências de fato e presenças breves.

Eu esperei porque no fundo sabia que não era o fim, e inevitavelmente, numa sexta feira ele me manda uma msg... Respirei fundo e não respondi, que audácia me manda uma mgs depois de mais de 50 dias... ele iria esperar! me contive e quando respondi ele me enviou "aquele texto" explicando sem dar detalhes o motivo de sua ausência, e naquele momento o importante era que ele estava de volta.

A vontade era tamanha que nem a Fobia por pernilongos dele atrapalhou, brincamos de verdade ou desafio, a pergunta dele foi a clássica: Se fiquei com alguém...rsrs, a minha foi mais profunda no primeiro dia, onde foi o nosso primeiro beijo?, é a resposta foi repleta de detalhes. Bobinha eu... fiquei com aquilo na cabeça: Nossa! Ele lembra com exatidão foi importante para ele.

Não... não foi!. Foi importante para a idiota aqui, que aguardava ansiosamente uma msg dele no final de semana, que sentia o coração saltar e disparar quando surgia na tela do celular uma mensagem, que contava os segundos para aparecer “digitando”
no whatsapp e que mal conseguia se conter para responder logo, que habilitava o visto por último só para saber se ele havia lido minha msg, entre outras dezenas de mania listadas no “Manual dos trouxas apaixonados que utilizam o Whatsapp”, prazer essa sou eu.

14/11/16, 13:41 - X: Boa tarde...

14/11/16, 13:42 - X: Cheguei a conclusão de que vc não quer mais falar comigo....

15/11/16, 08:43 - Y: Oi, bom dia

15/11/16, 08:44 - Y: Entre viagens e trabalho estou em uma situação diferente

15/11/16, 08:44 - Y: Voltei com minha ex

15/11/16, 08:45 - Y: Temos dois filhos

15/11/16, 08:45 - Vitor: Então voltei pra minha família

15/11/16, 08:46 - Vitor: É essa a razão que tenho me mantido afastado

15/11/16, 09:44 - X: Obrigada, não sei o que dizer de tão surpresa...

15/11/16, 09:44 - X: Rs vc pai... (Obviamente o “rs” foi sarcástico!)

15/11/16, 13:02 - Y: Simm rsrs (Obviamente pensei em várias técnicas de tortura)

15/11/16, 13:03 - Y: Desculpa não ter falado antes ( FDP!)

15/11/16, 13:10 -Y: São escolhas que temos que fazer (Idiota...aff!)

15/11/16, 13:10 - Y: As vezes não é fácil (Idiota mais uma vez!).

15/11/16, 14:17 - X: Bom... escolhas nem sempre são fáceis, e se tivesse me dito antes com certeza eu escolheria não fazer parte da sua história, hoje é um dia histórico rs... As palavras me fogem e tudo o que eu digito acabo repensando e apagando... Desculpe por mandar msg, não estava cobrando uma satisfação, apenas a sinceridade.

Como assim: casado, ex mulher, filhos...Porra!, e o lance da sinceridade??? Será que só eu falei minhas verdades?, será que a regrinha da sinceridade foi só pra mim?.

Levando em consideração que o FDP sumiu por quase 2 meses, retornou com aquela mensagem estúpida de: Bom final de semana..., inevitavelmente nossa conversa acabou na cama num dia de domingo e em menos de 15 dias... ele declara tais palavras.

Me faltam palavras para este final...

Moral da história: Eu me fodi!