Wilson Mattos en Motivação e Inspiração, Engenheiros e Técnicos, Professores e Educadores Supervisor de Mecânica 20/11/2016 · 2 min de lectura · 1,8K

Autoconfiança


Autoconfiança

Sem autoconfiança profissional perde capacidade de ter iniciativa.

Ser um profissional autoconfiante é basicamente um dos detalhes que vai definir uma carreira de sucesso ou uma que simplesmente não sai do lugar. Do estagiário ao presidente, é a autoconfiança que vai fazer o profissional se destacar dentro das organizações e, consequentemente, conquistar todos seus objetivos.

De acordo com um especialista em desenvolvimento humano, a falta de autoconfiança atrapalha a carreira de qualquer profissional, pois faz com que ele deixe de confiar em seus talentos, competências e capacidades. Isso ainda vai refletir na sua pró-atividade. “Ele começa a perder a capacidade de ter iniciativa”.

A lógica é simples: os profissionais de sucesso são aqueles que se mostram que aparecem que tem o controle da sua vida profissional e pessoal. “A trajetória de sucesso de todo profissional passa pela competência emocional”, resume ele.

Perdendo oportunidades

A maior perda dos profissionais sem autoconfiança decorre da falta de iniciativa. Na prática, quem não confiança no seu próprio trabalho se limita a esperar que os outros digam o que ele deve e como deve fazer. Isso, no entanto, é o tipo de postura esperada para alguém que está iniciando a vida profissional. Se o profissional não se expõe e não se evidencia, sua carreira dificilmente irá muito longe.

Outro problema que essa falha pessoal acarreta diz respeito ao próprio desenvolvimento do trabalho. Shinyashiki explica que a falta de confiança faz o profissional questionar constantemente a qualidade de seu trabalho. “Ele sempre acha que não fez direto”, observa.

Isso acaba levando ao perfeccionismo exagerado e ao retrabalho constante, atitudes que, além de consumir de forma improdutiva o tempo do profissional, faz com que seu trabalho deixe de ser prazeroso.

Falta de autoconfiança nada mais é do que medo. Medo de apresentar uma ideia e ser criticado, medo de se expor em uma reunião e não se sair bem, medo de perguntar e levar um não, medo de fazer e fracassar. A sugestão é: “não deixe que a emoção tome as decisões por você”.

O especialista também orienta o seguinte: se o profissional não possui autoconfiança e deseja mudar, o primeiro passo é não encarar essa mudança como uma obrigação, mas sim como um compromisso com ele mesmo. “Não adianta lutar contra o medo, com medo”. Comece focando em seus pontos fortes e tenha sempre em mente que você só tem a perder não confiando no seu potencial. As oportunidades perdidas e o desgaste profissional decorrentes da falta de

confiança são suficientes para motivar as pessoas a lutar no sentido de adquirir uma postura confiante.

É muito importante desenvolver a autoconfiança por motivos simples como à necessidade de enfrentar situações de conflito no trabalho. Algumas vezes teremos que agir com destreza e enfrentar com todas as nossas capacidades situações de risco, em que o que falar com mais autoridade vencerá. Uma autoconfiança de vencedor é aquela que não se deixa abater com problemas fracos e consegue manter uma autoestima elevada.

Os ganhos alcançados desenvolvendo alto confiança no trabalho não são imediatos. Viver com uma autoestima elevada e vencendo desafios compete distribuir corretamente a força de nossos dias para conseguir suportar trabalho com desconfianças e lutas que temos que passar diariamente.

Uma maneira clara de chegar ao emprego certo é sendo uma pessoa de capacidade inquestionável, assim não perdemos tempo em coisas sem sentido e ocupamos nosso tempo com trabalho.

Elevar sua autoestima é preciso conseguir manter uma rotina de pensamentos construtivos que o ajudem a fazer o melhor de si mesmo. Com empenho e dedicação conseguimos construir uma melhor situação para descobrir como conseguir vagas de emprego, fazendo um trabalho de qualidade inquestionável. É preciso manter a calma e controlar suas emoções, só assim conseguirá ter uma autoconfiança elevada.

Conseguindo construir uma autoconfiança melhorada você vai elaborar uma vida mais capaz.

Uma vida com benefícios e qualidades que você poderá ter em detrimento de muito trabalho e  empenho. Assim, não perderá tempo com situações que não acrescentam ao seu trabalho.

Conquistar autoconfiança necessária a melhorar ainda mais a situação do seu emprego atual, desenvolvendo novas oportunidades de emprego, melhorando seu salário e construindo novas formas de conquistar novos empregos que esteja almejando. Desenvolva suas capacidades internas e conseguirá conquistar muito mais com sua vaga de emprego.

“Eu acho”

Ele ainda lembra que as palavras mais constantes no discurso de um profissional que não tem confiança são: “eu acho”. Quando você apresenta um projeto, uma ideia ou uma opinião começando com “eu acho”, você está gerando inseguranças, dúvidas e incertezas.

Medo do erro, do fracasso, da crítica e da rejeição é um sentimento comum, mas deixar que ele paute sua vida profissional vai determinar uma carreira limitada. Portanto, desde já, assuma o compromisso de desenvolver sua competência emocional.



Oscar Gomez Amento 21/11/2016 · #3

gostei do post e partilho

0
Reginaldo Afonso Bobato 20/11/2016 · #2

Discute-se muito liderança, esta palavra deve ser uma aspiração e inspiração, posto que se não for com longos anos de estudo técnico-científico, deve ser inspirado em algumas pessoas, e eu acredito firmemente que ser bem liderado é uma virtude, eu acho que é isso que uma pessoa deve vuscar antes de tudo, ou seja, cobrar de seru chefe para que não somente o produto final acabado fique bem feito, mas que as pessoas que humildemente o fizeram, fizeram-no com prazer, ânimo, graça, alegria, êxtase, exultação, sem inveja e cobiça de ninguém, e ao fim de cada semana, haja agradecimento recíproco, tanto de quem foi liderado, quanto dos liderados em agradecimento às lideranças, e assim haveria saúde mental no seio onde se trabalha e se vive, com mais harmonia, dedicação e zelo, sem sentimentos vis, e apartir destas premissas, buscar sem fazer mal para ninguém, uma merecida promoção, com mais autoconfiança em razão de ter aprendido também com a experiência e estudos práticos e de observação, escuta e atenção. Autor Reginaldo Afonso Bobato

0