Wilson Mattos en Motivação e Inspiração, Engenheiros e Técnicos, Trabalho Social - Serviço social Supervisor de Mecânica Hace 7 d · 1 min de lectura · +200

Sinto vergonha

Sinto vergonha

Sinto vergonha de mim por ter pensamentos tão diferentes por parte deste povo,por ter batalhado sempre pela justiça, por compactuar com a honestidade,por primar pela verdade e por ver este povo já chamado varonil enveredar pelo caminho da desonestidade, covardia e Omissão.

Sinto vergonha de mim por ter feito parte de uma era que lutou pela democracia,mesmo sabendo que a grande maioria do POVO não tem Educação nem Cultura para ter a tal Democracia.

Tenho vergonha de mim pela passividade em ouvir, sem despejar meu verbo, a tantas desculpas ouvidas por parte de um povo um dia varonil.

Tenho vergonha de mim por não ter tido mais coragem de gritar ao povo que não deveríamos ter orgulho de um País tão rico mais de um Povo tão pobre, de vaidade,a tanta falta de humildade para reconhecer um erro cometido, a tantos ‘floreios’ para justificar atos criminosos destes Políticos Tiranos, a tanta relutância em esquecer a antiga posição de sempre ‘contestar’, voltar atrás e mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim, pois faço parte de um povo que não reconheço, enveredando por caminhos que não quero percorrer…

Tenho vergonha da minha impotência, da minha falta de garra, das minhas desilusões e do meu cansaço.

Desculpem-me mais tenho vergonha de ser Brasileiro.